24/07/2014

DAS ROSAS AMARELAS...



Rosas amarelas...
Sabem-se belas!
Feito o esplendor do sol,
Enfeitam uma lapela,
Uma janela...

É cor... É brilho... É Luz!
Rosa amarela,
Flor refém da cor...
Símbolo do amor platônico!

Rosa amarela,
Com gotas de orvalho nas pétalas
Que em silêncio enfeitam
Mesas e jardins!

Enquanto Deus desenhava
As margaridas... Os lírios...
Eu fotografava minha
Rosa amarela!

Ela perfuma meu jardim,
Minha vida.
Tão linda... Tão perfeita
Como as cores da aquarela.

Rosa amarela...
Minha linda rosa amarela!
A cada por do sol,
Por si se revela...

Rosa amarela...  Pura, inocente...
Perfuma os espinhos da vida
E as dores das feridas,
Que já não incomodam mais!

És tão quente... Ardente...
Luz reluzente em meus olhos
Que por ti,
Às vezes chora!

Uma rosa amarela
Brotou em minha vida...
Expandiu em meu coração
Deixando-me,
Seduzida pelo seu perfume!
 
Rosa amarela...
Seus olhos me guiam
Pela estrada da vida
Em laços eternos de pura paixão!

Dona de um perfume inigualável...
És a rainha do meu jardim,
Dona dos meus anseios
De um amor sem fim!

Rosa amarela,
Que enfeita minha vida...
Minha cama... Meus cabelos...
Minha janela

E meu lindo jardim!





Um comentário:

  1. Tanto a rosa, quanto o texto, são muito bonitos. Parabéns Lu!

    ResponderExcluir