25/06/2014

REVENDO MEU VELHO DIÁRIO!


Revendo velhos arquivos,
Fotografias antigas
E um velho diário...
Encontrei você!
  
E sem explicação,
O coração bateu forte...
Um convite em silêncio,
Para as lágrimas rolarem!

No peito... Sem leito,
Bateu saudade
Que insiste permanecer...
Ficar!

Há momentos,
Que pareço levitar...
E querer viajar,
Nas asas de um beija flor!

Revendo meu velho diário
Foi como nascer de novo...
Voltei à juventude,
Lembrei-me do jeito
Que me entreguei a você!
 
Revendo antigas fotografias,
Meus lábios ficaram trêmulos,
A boca ficou seca
E as mãos geladas!

Encontrei você...
Nos velhos diários,
Nas antigas fotografias
Desbotadas pelo tempo!

Encontrei você,
Revendo páginas amareladas
Do meu velho diário
Em que eu dizia:
Eu te amo para sempre!

Lágrimas rolaram...
Lembrei-me do amor
Que você nunca soube dar!
Do amor que sempre tive...
Sem conseguir provar!

Veio na memória,
O quanto quis me entregar...
Doar...
E você não soube colher,
Recolher!

Em silêncio...
Lembrei-me do piscar
De seus olhos,
Exibido em cada olhar!

As lágrimas caíram
Molhando as velhas folhas
Do diário já amarelado pelo tempo.
Lembrei-me dos sonhos
Construídos ao seu lado!

E dos anos que se passaram,
Guardei a razão.
Deixei as emoções para trás...
Construí novo caminho.

Encontrei no relicário 
Do coração,
O amor que deixei para trás...
E sem explicação 
Lágrimas rolaram em minha face.

Percebi,
Que entendi tudo errado.
Entendi,
Que por um ato impensado,
O coração ficou cheio de saudades!

Hoje,
Revendo meu velho diário,
Bateu solidão...
Percebi que foi um mal entendido,
Entre você e eu.

Solitária,
Ainda espero ouvir de você,
Que ainda me quer...
Deseja...
E me ama!

É difícil não pensar assim...
É difícil olhar para trás
E não perceber que você
Caminha em minha direção!




2 comentários:

  1. Se você soubesse que essas versos me fizeram chorar feito a menina de 17anos na qual eu me vi agora 😢😢😢

    ResponderExcluir