29/05/2014

REDE NA VARANDA... LUA, AO PÉ DA SERRA!


Noite fria de inverno,
Lua cheia
Ao pé da serra.
Rede na varanda...
Acordes de um violão!

A Lua,
Mal espera o sol se por,
Tem pressa de nascer.
Eu tenho pressa,
De viver!

Vem meu bem,
Vem!
Vem viver comigo.
Vem viver no paraíso...
  Vem correr perigo!

Vem comigo correr
Pelas curvas da vida...
E sem medo,
Apreciar rede na varanda
E lua cheia!

Diz pra mim anjo rebelde,
Que não quer o fim!
Estou esperando-te...
Doeu demais
Ver você partir.

Dói a sua ausência...
Dói muito a solidão.
Volte! Volte logo
Para junto de mim.

As canções que tocava,
Tocaram meu coração.
E na varanda,
Ainda ouço o som 
Do seu violão!

Acordes tirados
De suas suaves mãos,
Sob o olhar  da luz lua!
Hoje, 
Tanta falta me faz!

Lua... Lua cheia!
Inverno... Pé da serra.
Rede na varanda... Acordes.
Canções... Nostalgia.
Saudades... Saudades!
Ah! O coração!



3 comentários:

  1. Além da bela poesia. Fico a imaginar de onde foi que se extraiu essas fotos. Bela paisagem, bela poesia.

    ResponderExcluir
  2. Aiii hj eu to chorosa por dentro!! Lindo amei todos que li ate hj...bjoooo Lu

    ResponderExcluir