11/01/13

ENTARDECER DO CORAÇÃO!



Entardecer. Mais um dia que se vai...   Com ele a incerteza se o amanhã existirá. Sabe-se apenas que o ontem já passou e jamais voltará.
A quietude de um belo pôr- do- sol indica que podemos sonhar. Sonhar com coisas amenas e alegres.  Sonhar com um mundo melhor onde pessoas tenham mais amor. Onde o egoísmo não exista e a maldita inveja não tenha espaço de sobrevivência. Um mundo em que as pessoas sejam mais fraternas e humanas.
Hora de esquecer mágoas e tristezas do dia que finda. Sentir a liberdade de sonhar antes que a luz desse belo sol se vá de vez. E sem ao menos nos dizer adeus.
Hora de refletir, permitir bons pensamentos e ações para que não exista mais a dor... O sofrimento. Saber que chorar não é a melhor saída. Perceber que o melhor que temos a fazer é seguir em frente, pois depois que o sol se for, uma noite virá seguida de mais uma doce e bela manhã. Que trará a presença novamente do majestoso rei sol!
Cada manhã é recomeço. De coisas boas, novas e porque não surpreendentes!  O olhar deve ser sempre otimista, com entusiasmo, pra frente... Compreender que as perdas e as pedras em nossos caminhos trazem maturidade, vivência e aprendizado para a vida toda.
Vamos fazer do novo dia uma nova emoção. Criar laços, fazer o bem. Sorrir! Sorrir muito e fazer pessoas felizes. Fazer dos momentos bons que eles sejam intermináveis. Ainda que ao menos na memória, no subconsciente, no coração. Viver o dia de hoje como se fosse único. O ontem já passou, o amanhã ainda não está escrito.
Torcer para que o Sol brilhe mais uma vez. E mesmo que o dia amanheça cinzento, nublado, chovendo... Buscar a beleza da vida, que deve vir da alegria contida em nossos corações. Cada dia que recebemos é mais uma dádiva de Deus. Um novo dia. Que nossos passos sejam registrados na memória do infinito e em nossa História de vida.
Não nascemos cheios de mágoas, rancores e ausências. Nem com a alma, para ser presa às coisas do passado, que se acentuam quanto mais são lembradas.
O entardecer lentamente se vai e então a noite chega... Escurece cada vez mais. Busquemos dentro de nós as pequenas coisas que nos fizeram felizes durante todo o dia. Esqueçamos as pequenas coisas que incomodaram.


Percebemos que o dia foi embora e com o pôr-do-sol chega o abismo da noite. Noite que por vezes nos traz nostalgia, solidão, saudade... Mas também a esperança... Esperança de que a vida não continuará da forma que está... E que um novo e belo amanhecer nos saudará com muita alegria. Com muito amor. Celebremos a vida! Celebremos verdadeiramente a vida! 

4 comentários:

  1. Parabéns Lu , belo texto. Eu estava precisando ler e refletir sobre tudo isso, muito bom mesmo!

    ResponderExcluir
  2. As fotos esqueci de comentar, estão maravilhosas,amo fotografia!

    ResponderExcluir
  3. Edson

    Sempre com uma palavra profunda. Parabéns Amiga.

    ResponderExcluir
  4. Interessante o tema. O dia a dia está tão corrido que a gente esqueçe das belezas que existem ao nosso redor. Para um pouco o frenesi e refletir, por pelo menos uma hora, já nos dá certa satisfação em encontrar pontos de felicidade que passam despercebidos. Parabéns Lu.

    ResponderExcluir